Make your own free website on Tripod.com

A História da Igreja

Primeiro Século

Home | Primeiro Século | Segundo Século | Terceiro Século | Quarto Século | Quinto Século | Século Sexto | Setimo Século | Oitavo Século | Novo Século | Décimo Século | Décimo-Primeiro Século | Décimo-Terceiro Século | Décimo-Quarto Século | Décimo-Quinto Século | Décimo-Sexto Século | Décimo-Sétimo Século | Décimo-Oitavo Século | Décimo-Nono Século | Vigéssimo Seculo

Os escritos do Novo Testamento são compilados. O Cristianismo se espalha. O início das perseguições.

  • Os ensinos de Jesus são coletados e preservados. Os escritos do Novo Testamento são completados.
  • Uma nova geração de líderes sucede aos apóstolos. Apesar disso, a expectativa de que o Senhor voltará a qualquer momento continua em alta. O fim há de estar perto.
  • O Evangelho é levado à uma grande parte do mundo conhecido do Império Romano; e até para regiões além deste.
  • Igrejas locais começam na sinagogas judaicas em todas as partes do império. O Cristianismo é visto, em princípio, como parte do Judaísmo.
  • A Igreja passa por uma forte crise para entender-se a si mesma como uma fé universal, e em como relacionar-se com as suas raízes judaicas.
  • O Cristianismo começa a emergir do seu ventre judaico. Uma transição-chave toma lugar quando da Revolta dos Judeus contra a autoridade romana. No ano 70 os cristãos não tomam parte na revolta e se mudam para Pella, na Jordânia.
  • No ano 90 os judeus, reunidos em Jamnia, confirmam o cânon das Escrituras Hebraicas. Os mesmos livros são reconhecidos como autoritativos pelos cristãos.
  • Perseguições testam a Igreja. O historiador judeu Josefus (Josefo), em sua obra Antiguidades, ida ao público mais tarde nesse século, parece expressar surpresa pelo fato de os cristãos ainda estarem existindo.
  • Perseguições-chaves incluem Nero em Roma, que acusa os cristãos pelo incêndio devastador que assolou a cidade no ano 64. Ele usa cristãos como tochas humanas para iluminar os seus jardins.
  • O Imperador Domitiano (Domiciano) ordena ser cultuado como "Senhor e Deus". O Livro de Apocalipse é escrito durante o reinado dele, e os crentes não perdem a referência do livro quando este proclama a Cristo como o único digno do nosso culto.

ANO 100 DC: DUAS GERAÇÕES DEPOIS DE CRISTO
Percentagem de cristãos: 0.6%
Raças na Igreja: Outras: 70%; Branca: 30%;
Evangelização: 28% do mundo
Escrituras: 6 idiomas
Total de mártires desde 33 DC: 25.000 (1.2% do todos os cristãos; 370 por ano)
Fonte: David Barrett